Cirurgias com menos riscos de infecções, custos e burocracias

A palavra hospital não costuma estar associada a boas notícias. Mas um conceito que ganha força no Brasil vem mudando esta percepão. Trata-se do ‘Day Hospital’, ideia surgida nos Estados Unidos em 1970 que alia serviços mais eficientes, menores riscos de infecções, custos mais baixos e recuperação pós-operatória mais rápida, entre outros benefícios. A capacidade dos profissionais, a segurança e os resultados dos procedimentos se assemelham aos dos melhores e mais conceituados hospitais que atendem pelo sistema tradicional.

Segundo especialistas, o Day Hospital agrada em cheio aos pacientes, que, além das vantagens citadas acima, costumam destacar também o ambiente mais descontraído e menos burocrático das instituições que oferecem o serviço. Para os médicos, a estrutura administrativa mais enxuta e, consequentemente, o maior poder de decisão conferido a eles também agradam em cheio.

O Day Hospital está voltado para cirurgias de pequena e média complexidade, além de breves procedimentos médico/cirúrgicos. As internações não ultrapassam o período de 12 horas e, normalmente, os estabelecimentos funcionam sem ambulatórios, pronto-socorro, laboratórios e outras estruturas maiores. Por não haver também operações noturnas, exames de ponta, plantonistas de fim de semana e feriados, além do serviço de hotelaria, os custos são reduzidos, o que se torna um dos principais atrativos do sistema.

Nesta modalidade, não há qualquer tipo de atendimento ao público em geral. Todas as cirurgias são previamente marcadas, o que faz com que os pacientes não tenham contato com outras pessoas que possam ter alguma doença infecto-contagiosa. No Day Hospital, o paciente fica encarregado dos próprios exames pré-operatórios, o que é mais uma garantia da ausência dessas patologias.

Pelas instalações físicas de tamanho reduzido e em razão do foco em cirurgias de pequeno e médio porte, o sistema é o ideal para cirurgiões que pretendam realizar várias cirurgias num mesmo dia. No RioDay, a estrutura compreende 5 salas cirúrgicas, 19 leitos, CTI de suporte à vida, equipamentos de última geração, monitorização nos quartos, plantonista 24 horas e comissão de controle de infecções. O hospital oferece também suítes equipadas com frigobar, TV e ar-condicionado. Com isso, a recuperação no período pós-operatório se dá de forma inda mais rápida e confortável.